Recanto Literário

Qual o proveito das flores postas somente sobre o caixão? Têm mais valor as que são dadas em vida.

Textos

Reminiscências e desilusão
O reencontro inesperado que o deixa muito feliz
Parece seguido ser de uma rejeição deliberada.
Inexprimível é a dor moral, que lhe deixa a cicatriz
Indelével, irremovível na mente apaixonada!

São, é claro, reminiscências de algo que não foi
E, portanto – oh, que pena! –, já não existe!
Contudo, a paixão – que é grande e tanto dói,
E dói como se de fato algo existira – é o que persiste.

Ai, angústia que é guardada a sete chaves
Porque faz deveras abalar profundas convicções
Quase a quebrar, romper, destruir todos os entraves
Das mais severas, insuperáveis limitações.

Ah, como chegou sem previsão, sem ser esperada,
Ela se foi, com a ilusão não vivida embora sonhada!
Valdinar Monteiro de Souza
Enviado por Valdinar Monteiro de Souza em 13/01/2013
Alterado em 16/03/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras