Recanto Literário

Qual o proveito das flores postas somente sobre o caixão? Têm mais valor as que são dadas em vida.

Textos

A trajetória de um dia

A trajetória de um dia...

É, pouco ou muito, tudo o que se faz
É a rotina doce, amarga ou indiferente
De gente pobre e fraca que com tudo se apraz,
Ou de gente rica e audaz que de tudo se ressente


A trajetória de um dia...


É o espaço físico da curta, ou longa rotina
É a medida do medo na palavra da bravata
É o resvalar muito inglório que apouca e amofina
Na angústia bolorenta da incerteza que mata


A trajetória de um dia...


É a aura viva da esperança que conduz
E se não deixa aniquilar pelo ato que desampara
É a força imarcescível do ânimo que reproduz
A alegria do recomeço na resiliência tão cara


A trajetória de um dia...


É incerteza, medo e angústia em compasso de espera,
Mas é também esperança, que não morre nem cansa
É o recomeçar depois de um fim, com esperança de acertar
É vida a se abrir no que nasce sem se fechar no que morre


A trajetória de um dia passa, finda, mas principia!
Valdinar Monteiro de Souza
Enviado por Valdinar Monteiro de Souza em 22/02/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras